Skip to main content
OpenConf

Full Program »

O Programa IFSudesteMG Internacional: construindo alicerces entre a pesquisa aplicada na graduação e a cooperação internacional

View File
PDF
8.2MB

Com a suspensão do programa Ciências sem Fronteiras no segundo semestre de 2015 o Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais viu-se diante de um desafio, pois era necessário encontrar alternativas para manter a política de internacionalização na instituição. Neste contexto, o setor de Relações Internacionais criou o programa de mobilidade IF Sudeste MG INTERNACIONAL, cujo objetivo era enviar um aluno de cada um dos cursos de nível superior ofertados (atualmente são 28 cursos) para uma instituição parceira no exterior.
O programa criado configurava-se como mobilidade de curta duração (5 semanas) e os alunos teriam como missão a realização de atividades de pesquisa aplicada e/ou atividades práticas relacionadas ao seu curso, garantindo uma aproximação entre um orientador no Brasil e um orientador no exterior, possibilitando que parcerias futuras -inclusive e, sobretudo, no capo da pesquisa-, possam ocorrer.
Como o objetivo era garantir que todos os cursos superiores fossem beneficiados e considerando que em alguns cursos - principalmente aqueles que não possuem perfil tecnológico -, a questão linguística poderia ser uma barreira, optou-se por selecionar instituições parceiras de Portugal e uma instituição da Bélgica cujo presidente já havia morado no Brasil e falava Português. Desta forma, possibilitou-se que um número mais expressivo de alunos se candidatasse.

A seleção ocorreu no segundo semestre de 2016 por meio de edital público meritocrático. No início de Janeiro de 2017 os alunos seguiram para as instituições parceiras em Portugal e na Bélgica e por lá permaneceram por 5 semanas, retornando em meados de fevereiro deste mesmo ano. Durante este período uma comitiva representando a instituição viajou para o exterior e visitou cada uma das instituições que receberam nossos alunos, com o objetivo de avaliar o andamento do programa e discutir novas oportunidades de parcerias de intercâmbio, e o resultado foi bem positivo.
Como resultados favoráveis, nota-se que todos os cursos superiores da instituição já se reconhecem como integrantes de uma política de internacionalização institucional e que alguns professores que orientaram nossos alunos já estão em contato com os professores estrangeiros e negociando parcerias em projetos de pesquisa vinculados ao desenvolvidos e também outras propostas.
Com isso, acredita-se que o fortalecimento da política de internacionalização junto à instituição tem sido muito benéfico para toda a comunidade acadêmica, preparando alunos e professores para a realidade de um mundo globalizado e trazendo mais instrumentos para que a instituição repense seu lugar na formação intelectual regional.

Author(s):

Wagner Belo    
IFSMG
Brazil

Olivia Ghetti Gomes    
IFSMG
Brazil

 

Powered by OpenConf®
Copyright ©2002-2016 Zakon Group LLC